30
nov

3 passos para a assertividade

A comunicação tem sofrido uma série de transformações que deixam muitas pessoas e empreendedores confusos sobre como agir na relação com o próximo.

Imagine a seguinte situação:

“Em seu condomínio/bairro tem um grupo que organiza festas e bazares em datas comemorativas. O Natal está chegando e você tem uma ideia brilhante para que o bazar deste ano seja um sucesso. Apesar de estar muito engajada, e contribuindo da melhor forma possível, nas reuniões com o grupo para decidir o que irão fazer, responsáveis, etc, você nunca consegue expor sua ideia. Sempre acha que precisa pensar melhor antes de se expor, ou que precisa ter certeza e, no final, acaba sempre deixando para falar depois, perdendo oportunidades importantes.”

O que faz com que você não exponha suas ideias sempre que acredita ser importante ou necessário?

A assertividade tão demandada hoje em dia, além do aspecto da objetividade e clareza na forma como nos comunicamos, traz outros três elementos importantes: a habilidade de expressar sentimentos; a habilidade de expressar pensamentos e crenças abertamente e, a habilidade de defender posições pessoais.

Do ponto de vista da Inteligência Emocional, para que possamos ser assertivos em nossa comunicação, é fundamental que passemos por três etapas:

1) Ter consciência emocional: reconhecer nossos sentimentos, antes de expressá-los. Você sabe qual sinal o seu corpo te dá quando está com raiva?

2) Controlar o impulso de agir e a forma como expressa suas emoções: pensar e escolher a melhor forma de agir impactando positivamente os outros. Se perceber que está ficando com raiva, pode contar até 10 lentamente, ou fazer 10 respirações profundas, o que permitirá que pense qual a melhor resposta e evitar que altere seu tom de voz e perca a razão em uma discussão.

3) Defender seus interesses, crenças e pensamentos, sem agredir o outro: praticar a escuta ativa, entender e respeitar o ponto de vista de outras pessoas, além de saber explicitar suas necessidades e opiniões de maneira respeitosa é fundamental na prática da assertividade. Não deixe de expor suas ideias e necessidades, mas seja objetivo e procure não ferir a opinião dos outros. Praticar a comunicação não-violenta pode ajudar nesse desafio.

Quão emocionalmente assertivo você consegue ser?

Colaboração da Andrea Sarno é Especialista em Desenvolvimento Humano e Proprietária da Avena Consultoria