04
jul

Como abrir meu próprio negócio: ferramenta facilitadora em 14 passos

Semana passada eu comentei que, existe uma ferramenta que pode facilitar o seu direcionamento para o ramo do negócio, de forma estruturada e, segregar por tipo de preocupação, os gastos a serem considerados. Esta ferramenta facilitadora é o plano de negócios.

Plano é um esboço, uma ideia. No mundo do empreendedorismo, plano é traçar as metas, saber o objetivo, como chegar, os riscos e o que se pretende.

14 itens para compor o seu Plano de Negócios

1 – Adquirir conhecimento da atividade que é o objetivo e o ramo ao qual se pretende empreender;

2 – Estabelecer local do ponto comercial. Onde é melhor para o seu ramo de negócio e sua prospecção;

3 – Estar por dentro do mercado consumidor deste ramo. Conhecer o seu consumidor em potencial;

4 – Saber o que produzir, fabricar ou prestar de serviço e para qual público alvo;

5 – Entender qual a melhor forma de vender ou prestar o serviço e a quantidade ideal de demanda;

6 – Conhecer quem são seus fornecedores da estrutura operacional e administrativa;

7 – Compreender o mercado concorrente. Quem é ele e o que ele oferece;

8 – Definir produtos a serem fabricados, vendidos e embalagem, ou serviços a serem prestados;

9 – Analisar a localização da empresa;

10 – Ter noção de marketing ou o apoio de um profissional de marketing, para auxiliar a determinar: o produto a ser comercializado, os pontos de venda ideais para o sucesso, a promoção e preço do produto;

11 – Saber como fazer. Ter as fases de fabricação, venda e distribuição do produto ou serviços a seres prestados;

12 – Estabelecer quais matérias-primas que serão necessárias e qual a mão de obra que fará o produto. Neste ponto, estabelecer se será necessária capacitação especializada, mão de obra experiente ou até mesmo um parceiro para a sua sociedade, o qual conheça o assunto com propriedade;

13 – Simulação da receita (ganhos) baseada em volume de produção de vendas/serviços projetada. Neste ponto, identificar qual o número de operadores necessários para produção e quais são os conhecimentos necessários para eles apresentarem;

14 – Criar a análise financeira do seu negócio. Estimar a partir dos dados de produção estimados qual o valor do capital necessário para o investimento inicial do negócio. Neste valor, deverão ser considerados os gastos estruturais e legais já abordados anteriormente.

Estes são os itens sintetizados do seu plano de negócios. Cada item poderá ser mais detalhado, na medida em que você queira aprimorar mais a construção do teu negócio.

O plano de negócios pode ser feito em planilha, em imagens, em uma tabela com mais texto. O importante é que, você se lembre destes 14 passos que sintetizei para você usar. Boa sorte!

Walkyria RIbeiro é proprietária do www.auditoriaepericia.net