15
jun

Conhecimento é vital, treinar é fundamental

As organizações deste século se distinguem pelos recursos humanos. A área de Recursos Humanos integra pessoas e processos, os desejos dos donos às vontades dos colaboradores tornando uma empresa mais saudável e competitiva para o mercado.

(Treinamento e desenvolvimento/ Freepik)

Olá empreendedora!

No último artigo, você aprendeu sobre a importância de um líder se autoliderar e sobre a influência do autoconhecimento na atuação de um profissional em posição de liderança. Mas você sabia que tanto a parte técnica quanto a parte comportamental dos seus colaboradores podem ser aperfeiçoados?

Sim, qualquer colaborador independente do segmento e do porte do empreendimento pode e deve ser aprimorado ,tanto em termos técnicos quanto comportamentais.

A área de Recursos Humanos é muito vasta e possui diversos subsistemas que ajudam a construir e a fundamentar a Gestão de Pessoas de uma empresa. E o subsistema denominado “Treinamento & Desenvolvimento” é o responsável pelo aperfeiçoamento e pelo desenvolvimento dos colaboradores dentro de uma empresa, o mais adequado seria que o profissional responsável pela condução dos processos de treinamento seja experiente na área de RH e que tenha especialização em Pedagogia Empresarial e/ou Educação Corporativa.

Para os empreendimentos mais estruturados, é aconselhável que a empreendedora mantenha em seu quadro de colaboradores um profissional de RH para cuidar da parte de contratação, admissão, folha de pagamento e benefícios e também para ser responsável pela capacitação de seus colaboradores aplicando treinamentos técnicos e comportamentais. Já para os empreendimentos menos estruturados, ou seja, com poucos colaboradores, a alternativa mais adequada é contratar uma consultoria especializada em pedagogia corporativa para facilitar os treinamentos necessários ao empreendimento.

CONHECIMENTO, A MATÉRIA PRIMA DO SER HUMANO

Mesmo antes do nascimento, o ser humano inicia o processo de aprendizado humano.

O bebê ainda na barriga aprende a ouvir sua mãe, e logo após o nascimento começa a realizar algumas ações instintivas, tais como: se mexer, abrir os olhos e a chorar.

Mas já no decorrer dos primeiros minutos de vida, ele aprende a reconhecer sua mãe através de sua voz já familiar, o instinto de sobrevivência fala mais alto e o bebê começa a dar sinais de sua necessidade de amparo e de sua fome, a partir daí continua o processo dos primeiros aprendizados, pois ele começa a ter necessidade de aprender como ter amparo e como pedir alimento, lançando mão do choro. No processo de amamentação, o bebê aprende a mamar para alimentar-se e saciar momentaneamente seu instinto de sobrevivência. O bebê aprende que ao ser abraçado no colo de sua mãe, sente-se acolhido e protegido.

E durante todas as fases da vida, o desenvolvimento humano se apresenta dessa forma: necessidades e aprendizados.

Das mais diversas formas e em todas as esferas de nossas vidas.

O conhecimento nasce das nossas necessidades, se desenvolve a partir das habilidades e dos aprendizados adquiridos nas diversas experiências nas quais somos submetidos cotidianamente.

Alguns conhecimentos são adquiridos de forma instintiva como o choro do bebê, outros através da repetição de ações como o ato do bebe mamar; e outros através da disseminação de informações por alguém habilitado para fornecê-las, como no caso dos professores no âmbito escolar, ou dos profissionais de Educação Corporativa em âmbito empresarial.

MAS AFINAL, O QUE É TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO?

Para os autores Tachizawa, Ferreira e Fortuna (2001), o treinamento tem como objetivo a preparação das pessoas para a execução imediata das diversas tarefas peculiares a organização; dando oportunidades para o contínuo desenvolvimento pessoal, não apenas no cargo atualmente ocupado, mas também em outros que o indivíduo possa vir a exercer; mudança nas atitudes das pessoas, a fim de criar entre elas um clima mais satisfatório, aumentando-lhes a motivação e tornando-as mais receptivas às técnicas de supervisão e gestão.

Tomando como base o conceito apresentado, o treinamento busca preparar os colaboradores para desempenharem suas tarefas organizacionais, preparar os colaboradores para desenvolver suas habilidades funcionais, para enquadrar seu comportamento na cultura corporativa, para propiciar um clima organizacional favorável e estarem aptos a trabalhar em parceria com suas lideranças.

BENEFÍCIOS DOS TREINAMENTOS

Empreendedora, como pode perceber até aqui, a prática de promover treinamentos em seu empreendimento deve ser encarada como um investimento em sua própria empresa e não custo ou gasto desnecessário, afinal de contas treinar e desenvolver sua equipe promove inúmeros benefícios ao melhorar o nível de conhecimento de seus colaboradores:

Benefícios para a empresa

  • Promover a integração, com o objetivo de proporcionar a compreensão dos valores e do DNA corporativo e a filosofia e as políticas organizacionais;
  • Auxiliar o desempenho dos colaboradores para que as funções sejam realizadas de acordo com as diretrizes corporativas;
  • Fazer com que os colaboradores exerçam suas funções com mais qualidade e assertividade;
  • Aumentar o nível de produtividade da área e da sinergia através do trabalho em equipe;
  • Melhorar o clima organizacional com o intuito de propiciar um ambiente saudável;
  • Promover alinhamentos ou correções técnicas ou comportamentais das equipes;
  • Melhorar o aproveitamento individual, aumentando a produtividade e contribuindo com os resultados organizacionais;
  • Evitar perda de tempo e minimizar as falhas, diminuindo o aprendizado através da tentativa x erro que compromete os resultados da empresa;
  • Propiciar a melhoria na qualidade da comunicação entre os departamentos;
  • Promover uma gestão sustentável e lucrativa.

Benefícios para os colaboradores

  • Aumentar a motivação e a disposição, com a percepção da valorização do colaborador pela empresa;
  • Promover o engajamento;
  • Propiciar maior conhecimento através da melhoria de habilidades técnicas e/ou comportamentais;
  • Aumentar as chances de promoções;
  • Melhorar o comportamento humano e o trabalho em equipe;
  • Proporcionar maior agilidade e assertividade na função desempenhada.

TIPOS DE TREINAMENTOS

Integração – como já vimos anteriormente, é o primeiro treinamento possível de ser facilitado em uma empresa. Esse tipo de treinamento busca apresentar as diretrizes corporativas, apresentar a estrutura física e estrutural da empresa e o comportamento esperado nas diversas situações do cotidiano organizacional;

Comportamental – esse tipo de treinamento visa aprimorar o comportamento dos colaboradores, como por exemplo: relações interpessoal, trabalho em equipe, feedback, comunicação, dress code entre outros temas.

Técnico – esse tipo de treinamento visa desenvolver ou proporcionar conhecimentos técnicos de acordo com a função desempenhada pelo colaborador, como por exemplo: um software específico da área ou de algum processo específico da função.

Misto – esse tipo de treinamento busca desenvolver conhecimentos técnicos aliados a técnicas comportamentais importantes para o desempenho do cargo, como por exemplo: atendimento ao público.

COMPORTAMENTO X TREINAMENTO

Empreendedora, como pode perceber até aqui, independente do tipo e do objetivo do treinamento, todos ganham quando a empresa decide por investir no treinamento de seus colaboradores, mas um dos pontos mais positivos que o treinamento pode proporcionar e que vale muito a pena ser ressaltado é que treinar promove correções e alinhamentos de habilidades técnicas e comportamentais de seus colaboradores, mas o principal ponto a ser considerado é que o treinamento tem a capacidade de extrair o que existe de melhor em cada um dos componentes da equipe, reforçando atitudes ou práticas positivas.

Esse tipo de reforço é capaz de promover o aprimoramento de habilidades, mas acima de tudo propiciar o engajamento de seus colaboradores. Afinal de contas, grande parte dos seres humanos tem sede de conhecimento e a percepção de que a empresa está investindo em suas pessoas, motiva e engaja essas pessoas, seus colaboradores, sua equipe.

Portanto empreendedora, invista na sua empresa desenvolvendo sua equipe, crie um alicerce fértil para que sua empresa cresça com bases sólidas através de colaboradores treinados, desenvolvidos e engajados.

Bom, por hoje é só! Encontro vocês na próxima quinzena, onde falaremos ainda mais desenvolvimento e do treinamento de colaboradores.

Até lá! Sucesso, Empreendedoras!

Você tem dúvidas sobre Treinamento e Desenvolvimento? Escreva nos comentários ou envie para comunicacaodocafe@gmail.com.

Simoni Aquino é Gestora de Pessoas, Personal Career e Pedagoga Corporativa e Idealizadora do Blog Além do RH

O conteúdo deste artigo é de responsabilidade da autora.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *