26
mar

Gestão transparente, gerência participativa

13:30:49

Participação colaborativa e apoio à eficácia da gestão da empresa são algumas ações que quando baseados nos objetivos da empresa direcionam processo de melhoria contínua em que todos se sentem comprometidos com o crescimento.

(Colaboração para o crescimento/Freepik)

Agora que você já sabe qual a missão da sua empresa, onde ela quer chegar daqui a algum tempo e quais os valores que norteiam as escolhas feitas por ela, está na hora de compartilhar isso tudo com os stakeholders, ou seja, os fornecedores, os colaboradores, a sua família, a sociedade em que sua empresa está envolvida, enfim, com todas as pessoas que possam ser influenciadas pelas ações e decisões da sua empresa.

Uma gestão transparente é feita a partir da comunicação e disponibilização das informações, para que todos tenham o conhecimento necessário, e consigam executar as suas funções levando a empresa ao seu objetivo. Fazer reuniões com os fornecedores, informando o cronograma que a empresa precisa cumprir para atender a produção planejada e o prazo de entrega dos pedidos, conversar com a gerência ou diretamente com os colaboradores definindo metas e planejando as ações necessárias, analisar e se informar sobre a situação da comunidade, enfim deixando claro para os envolvidos, o planejamento que foi feito.

Para completar a gestão transparente, a gerência deve ser participativa, ou seja, todas as pessoas envolvidas com a atividade interna, terão influência sobre as decisões que a afetarão. É uma forma de aproximar todos os colaboradores envolvidos com o desafio de atingir o objetivo traçado pela empresa, atendendo a visão, levando em consideração as diferentes opiniões, e, respeitando os valores da empresa.

Na sua empresa, você como gestora, está preparada e aberta para ouvir críticas, ser questionado e não fazer tudo exatamente da maneira como você gostaria, analisando sempre as melhores soluções? Avalie profundamente esta questão, faça uma reflexão e veja como se sente sabendo que deveria receber as sugestões dos colaboradores e estar disposta a colocar em prática uma ideia que não foi sua, e uma forma de executar as coisas que não foi você quem definiu.

Para implementar a gerência participativa você deve entender como funciona a sua empresa e o que os seus colaboradores pensam sobre a gestão atual. Você precisa compartilhar as informações sobre o seu planejamento e o que cada um precisa entregar para que o objetivo seja atingido. Envolver os colaboradores na geração de ideias fazendo reuniões periódicas com esse objetivo, e implementar as ideias geradas acompanhando os resultados e orientando com o caminho mais adequado.

Na gerência participativa a ordem é valorizar os colaboradores da sua empresa, dando autonomia para eles tomarem suas próprias decisões e, com certeza, isso depende das pessoas envolvidas, e de quão comprometidas elas estão com a missão, a visão e os valores da sua empresa. Escolher e definir quem serão essas pessoas é sua tarefa, empreendedora. Por isso, para implementar uma gestão transparente com uma gerência participativa, existem algumas premissas que devem ser seguidas:

• Foco no resultado. Ter mais responsabilidades em relação ao resultado definido no planejamento;

• Proatividade. Não se deve depender de ordens para fazer, é necessário um senso de autonomia grande e a definição das pessoas que irão trabalhar com você fará toda a diferença;

• Comunicação. Normalmente o resultado é compartilhado e, por isso, áreas diferentes devem se comunicar muito bem para se ajudarem a alcançar esses objetivos;

• Flexibilidade. A estrutura da organização deve ter abertura para novas lideranças, e para movimentação entre as lideranças;

• Aprendizado e desenvolvimento. Os líderes e gestores precisam ter o papel de orientadores, integradores e, acima de tudo, desenvolvedores de pessoas;

Estar aberta a mudança e ao compartilhamento é primordial para que possa implantar a gerência participativa na sua empresa, e com isso ganhar mais agilidade na tomada de decisão e autonomia para os colaboradores, gerando mais satisfação e motivação para atingir os resultados. Esse processo só tem a contribuir para com as organizações, os interesses dos funcionários aumentam e abre-se caminhos para a inovação, com o compartilhamento e discussão de ideias diversificadas.

Uma abraço e até o próximo artigo!

Clarice Cipoleta é Palestrante e Especialista em Gestão da Qualidade

Se você quiser tirar alguma dúvida ou sugerir um tema, escreva nos comentários. Se este artigo foi útil para você, compartilhe.

*O conteúdo deste artigo é de responsabilidade da autora.

REFERÊNCIAS
http://blog.luz.vc/como-fazer/como-implementar-uma-gestao-participativa/#sthash.gMoZOCSv.dpuf